Logo Smeg

Distância Crítica I Arquitetura

5 casas para Marte, Michael Morris

14/05/2019

A Smeg em mais um Open House Lisboa com as conferências Distância Crítica, que trazem nomes maiores da arquitectura mundial a Lisboa, organizados pela Trienal, na sua missão de investigar, dinamizar e promover o pensamento e a prática da arquitetura. 

No âmbito das inovadoras estruturas live/work no SEArch+, Morris vem apresentar “5 Casas para Marte”, materiais encontrados na atmosfera do planeta vermelho e as tecnologias adoptadas. A investigação dos recursos locais, como polietileno, regolith (cimento de Marte) e gelo, tem como objectivo a projecção, extracção, produção e impressão robótica de habitats, antecipando a chegada do ser humano a Marte.

Michael Morris é arquitecto, professor e co-fundador do SEArch+ (Arquitectura de Exploração Espacial) e do estúdio Morris Sato, que fundou com a falecida mulher e parceira, Yoshiko Sato. O nova-iorquino é formado em design ambiental pelo Escola de Design de Parsons e em arquitectura, pela The Cooper Union.  Com um trabalho em arquitectura amplamente reconhecido, alia design com ciência e arte.

Como colaborador da mais icónica agência espacial mundial – a NASA – Morris explora a possibilidade de construir e habitar em condições extremas do espaço. Esta abordagem de habitats da SEARch+ valeu-lhe prémios da NASA e surgede forma paralela aos treze anos de Morris Sato e de ensino de arquitectura espacial e de investigação, nos laboratórios de pesquisa da Universidade da Colúmbia e do Instituto Pratt.

Em 2008, foi responsável pelo design de dois figurinos visionários da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim, com o Laboratório de Pesquisa de Exploração Espacial da Universidade de Columbia. Em 2016, foi exibido no Museu Intrepid Sea, Air & Space, em Nova Iorque, MOTH, um projecto de habitat para Marte, que juntou a NASA e o Pratt X-HAB. Morris testa e desenvolve estruturas para o planeta vermelho impressas em 3D e continua a desenvolver, com o Centro de Investigação de Langley (LCR) e os Sistemas Espaciais da United Technologies (UTAS), protótipos de estruturas futuras roboticamente construídas.

 

À Conversa com Ed Keller

Ed Keller é director do Centro de Media Transformativa da Nova-Iorquina Escola de Design de Parsons, cuja missão é promover a interdisciplinaridade de projectos inovadores, assentes no design, na tecnologia, nas artes e nas ciências sociais. Docente nesta instituição, Keller desenvolve trabalho como artista multimédia, designer, escritor e músico. Em colaboração com Carla Leitão, fundou o Estúdio AUM, um gabinete de arquitectura, media e design que trabalha entre Lisboa e Nova Iorque, em projectos, instalações de novos media, exposições e concursos.